sexta-feira, 1 de outubro de 2010

É só uma mentirinha...


A história de hoje conta de uma menina chamada Kiria. Ela tinha seis anos. Kiria tinha muitos irmãos: Kaila de dez anos, Kailane de oito anos, Karlos de sete anos, Klaudio de nove anos e os gêmeos Kaissa e Kaléu, de onze anos. Um domingo à tarde Kailane, Karlos e Kiria estavam brincando e Kiria estava com a roupa nova que iria usar para ir a uma festa de aniversário, só que para usar aquela roupa ela insistiu com a mãe dela até que a mãe disse:

– Ta bom, mas se você sujar você vai ficar de castigo.

Mas ela tinha esquecido ou ignorado o que a mãe disse, e foi brincar em qualquer lugar: no barro, na terra, na areia e aí ela estava brincando com os irmãos perto da cerca de arame farpado e do outro lado da cerca tinha uma poça de lama. De repente Paulo gritou:

– Kiria!

Eles estavam brincando de pega-pega e estava com o Paulo, Kiria estava correndo de costas e então tropeçou e caiu pro outro lado da cerca. Como o vestido era comprido (até a canela) ela não se machucou. Então Kailane disse:

– Você está bem?

E logo após ela exclamou:

– Kiria o seu vestido rasgou e está todo sujo!

– Ah não! Vou falar pra mamãe que a Gabriela veio aqui e me empurrou na lama – disse Kiria e respondeu Kailane:

– Mas nós aprendemos na escola que não se pode mentir!

Kiria voltou a dizer:

– É só uma mentirinha.

Mas Paulo falou:

– Uma mentira puxa a outra.

Disse Kiria:

– Essa não vai puxar.

– Se puxar eu e o Paulo contamos pra mamãe – ameaçou Kailane.

A sua mãe disse que estava tudo bem, mas que ia usar a mesada de Kiria pra pagar o vestido porque era alugado.

Outro dia Kiria estava com suas amigas na escola: Elaine e Sara estavam juntas e Sara estava com um saquinho com seis balas dentro. E Sara ia dividir com a família, mas Kiria queria aquele chiclete e ela tentava se segurar mas não conseguia e aí de repente Kiria ficou quieta e colocou a mão no bolso de Sara e suas mãozinhas pegaram um chiclete. Elaine viu, mas não disse nada. Depois que Sara saiu Elaine avisou:

– Kiria, a Sara vai perceber, ela estava com os chicletes contados.

Kiria solucionou:

– É só eu falar que eu não vi nada.

Elaine fez uma cara que aceitou só que não achou muito boa a história.

Outro dia Kaissa estava ajudando Kiria a fazer tarefa e Kaléu estava do lado. Kiria tinha levado um copo de suco. Kaléu saiu pra ir ao banheiro e Kiria foi pegar sua borracha e “splesh”, ela esticou a mão e esbarrou no copo de suco e caiu no livro do Kaléu.

Kaissa exclamou:

– Kiria, agora Kaléu vai brigar com você!

– Não se preocupe eu vou dizer que quando ele ligou o ventilador o meu lápis voou e aí bateu no copo de suco e o copo caiu!

– Kiria, eu não acho uma boa ideia... Não podemos mentir... E...

– Ai, pode sim.

Kiria fez uma carinha que deu um dó e aí Kaissa permitiu:

– Ta, mas eu não quero ver e ouvir você mentir de novo, ouviu mocinha?

– Sim.

Kaléu ficou triste, mas a mãe deles comprou um livro novo e ele copiou tudo o que conseguiu.

Outro dia ela estava vendo os carrinhos de Klaudio e perguntou:

– Posso brincar com um de seus carrinhos?

– Se não sujar nem estragar.

– Ta bom, não vou.

Kiria foi brincar de carrinho no terreno ao lado da casa dela. Estava brincando na mureta de ir com o carrinho pra frente e pra trás, mas viu Lívia sua vizinha brincando na calçada da sua casa com a boneca que fala sete frases. Ela largou o carrinho e foi lá, mas quando ela largou o carrinho caiu e sujou todo de lama e quando ela voltou pra casa Kiria pisou em uma coisa dura e juntou o carrinho todo sujo e com uma roda quebrada. Kiria levou um susto, mas logo inventou uma história:

– A Elaine veio aqui e eu disse pra ela não sujar e nem quebrar o carrinho, só que aí eu fui ao banheiro e ela jogou o carrinho no chão.

Klaudio ficou triste e não deixou mais ela brincar com os carrinhos lá fora.

Outro dia Kiria estava conversando com Kaila. Kaila perguntou:

– É verdade que você mentiu pra mamãe?

– Sim, mas não conta pra ela.

– É verdade que você mentiu pra Sara?

– Sim, mas não conta pra ela.

– É verdade que você mentiu pro Kaléu?

– Sim, mas não conta pra ele.

– É verdade que você mentiu pro Klaudio?

– Sim, mas não conta pra ele.

– Kiria, quantos “não conta pra ele ou ela” você vai dizer? Quantas mentiras? Isso é errado. Está escrito em Êxodo 20:16: “Não dirás falso testemunho contra o teu próximo” é um dos mandamentos de Deus, quem conhece eles mas não os segue não vai pro céu e você conhece.

Kiria ficou um pouco pensativa e exclamou:

– Eu vou contar a verdade e pedir desculpas para Jesus e para quem eu menti.

Assim Kiria contou a verdade para todos que havia mentido e pediu perdão para Jesus.

Giovanna Borges

5 comentários:

Ewe disse...

Gostei muito do artigo. Parabéns. Muito legal seu blog. Deus abençoe. Um abraço e fica na paz. Fui...

Alex S.Guedes disse...

Legal a estória,principalmente pra crianças e adultos que fazem da mentira um modelo de escape.Que Deus te abençõe muito.Alex.

Anônimo disse...

Que história legal :)
é verdade uma mentira leva a outra, é como um vício, se mentirmos sempre iremos mentir, temos que parar de vez, e cortar a mentira pela raíz, e com Jesus iremos conseguir parar rapidinho :D

Isabeelle Meloo disse...

nossa muito leegal sua hiistóoriia ! ameei! :D

Leticia Borges Nunes disse...

Legal! ensina a toda pessoa a não mentir! um dia menti para a minha mãe que fiz a tarefa e quando ela foi olhar... tava tudo em branco!um dia, fui a casa da Carol e menti para a Carol que a boneca dela tinha sido comida pelo cachorro dela e quando ela foi trocar de roupa... la estava a boneca! mas agora eu nao minto mais!