domingo, 18 de abril de 2010

As florzinhas

A senhorita Elly tinha um lindo jardim, cheio de florzinhas, e essas florzinhas tinham nome, eram: Keller, Nina, Quika, Lena, Keny, Beny, Lola,Leia e elas dançavam e cantavam enquanto Elly de 7 anos colhia os ovos em um galinheiro perto do jardim, estendia a roupa da família no varal, lia um livro embaixo de uma árvore, treinava passos de balé, desenhava, pegava leite da vaca, etc. Como as flores dançavam de um lado para o outro (da esquerda para a direita) era fácil de elas esbarrarem uma na outra, mas como elas eram cuidadosas não esbarravam, exceto Beny, uma florzinha desastrada, as florzinhas que ficavam ao seu lado eram Keny e Lola, quando Beny esbarrava em Lola, Lola esbarrava em Leia a flor ao seu lado e as três se perdiam na dança e quando Beny esbarrava em Keny, tinha uma florzinha, Keller, que imitava tudo o que Keny fazia, então Keller esbarrava em Nina, mas Nina era uma flor firme e forte e não esbarrou na Quika a flor que estava ao lado dela, e o trio de Nina, Quika e Lena continuava cantando e o quinteto se perdia na música. Mas tinha uma palavra mágica que acho que você sabe qual é, é “me desculpe”, só que lá era mágica de verdade, se alguém dizia desculpa a música parava e depois das pazes a música continuava, só que as florzinhas tinhas vergonha de pedir desculpas, exceto Quika e Lena, mas como Nina era firme e forte não esbarrava em Quika para Quika esbarrar em Lena, então elas não tinham motivos para pedir desculpas.

Um belo dia as flores estavam tristes de cabeça abaixada e cantando: “Nossa amiga está com praga alguém precisa nos ajudar.” Elly ouvindo isso correu para tratar da flor e quem estava com praga era a Nina a flor firme e forte. Elly correu chamou seu pai e seu pai pegou veneno para passar na Nina.

Como sempre, Beny esbarrava em Keny ou Lola, mas dessa vez esbarrou em Keny e Keller esbarrou em Nina a flor firme e forte, só que como Nina estava com praga, estava fraca e esbarrou em Quika e Quika esbarrou em Lena. Quika ergueu a cabeça, olhou pra Lena e disse:

– Me desculpe.

Lena também ergueu a cabeça, olhou pra Quika enquanto todas as flores tinham feito silêncio desde a fala de Quika, continuando Lena olhou pra Quika e disse:

– Tudo bem.

As flores estavam em silêncio não se ouvia um piu, nem sequer uma nota musical, tanto silêncio que se ouvia as árvores crescendo ao redor dela. De repente Lena disse:

– De hoje em diante se a gente esbarrar em outra flor vamos pedir desculpas e a outra flor deve perdoar.

Quando Elly voltou para ver as flores ela teve uma surpresa! As flores estavam com um grande sorriso chegando nas bochechas e cantavam: “Somos felizes porque pedimos desculpas!” E ainda fizeram uma coisa especial, Leia, Lola, Beny e Keny cantavam: “Somos felizes porque pedimos desculpas!” Lena, Quika, Nina e Keller cantavam “u, u, u, somos, somos, a, a, a, a”. E continuando, Elly estava boquiaberta, quando a música cessou e Lena começou a contar o que tinha acontecido, mas quando estava quase na metade Lola interrompeu e continuou, falou duas ou três frases e Quika continuou. Beny que já sabia de cor a canção, cantou para que Elly aprendesse.

Elly ficou maravilhada, ela não tinha o hábito de pedir desculpas, mas agora suas próprias plantas pediam desculpas. Elly então disse:

– Muito obrigada Leia, Lola, Beny, Keny, Lena, Quika, Nina e Keller, vocês todas me ensinaram uma grande lição.

Beny olhou pra Elly com os olhos brilhando e disse:

– Além de te ensinar, hoje nós também aprendemos uma grande lição para lembrarmos pra sempre.

Elly sorriu, saiu correndo para pegar um lápis, um apontador, uma borracha e uma folha de sulfite. Ela voltou para o jardim e pediu para que as flores cantassem a música novamente, e Elly anotou para praticar a música e a decorou. Toda vez que ela ia lá cantava com as flores:

– Somos felizes porque pedimos desculpas.

Nós também podemos “esbarrar” nas pessoas, mas temos que pedir desculpas.

Tchau, tchau.

2 comentários:

Claudio Soares Sampaio disse...

Oi Gi

Obrigado pelo belo texto.

Me comove saber de uma menina de nove anos com este discernimento.

Jesus continue te usando

Lucia disse...

Querida Gi. Eu e a vovó lemos a historinha das flores e ficamos encantados. Como criança que voce é, já desponta como uma grande escritora. Que Jesus continui te usando para passar estas mensagens tão educativas que traz grandezas as pessoas. Te amamos muito!